terça-feira, 21 de agosto de 2007

Hey Jude, don't be afraid.

“A definição de belo é fácil: é aquilo que desespera.”
Paul Valery

É desse desespero que falo.
O desespero de ver tantos seres e coisas lindas, ideais de felicidade inatingiveis, porém existentes em qualquer lugar guardado dos nossos olhos.
E ao mesmo tempo, o desespero de ver o que ninguém se dá ao trabalho de esconder: o fome que é feia, a dor que desfigura, a agonia.
Então me vejo entre esses dois pólos, talvez por ser uma cidadã privilegiada por ter tanto contato com as duas vertentes. Talvez por ser vítima da cilada da indiferença afinal, por quê me importaria?
Se John Lennon disse à Jude pra não carregar o mundo nas suas costas se começasse a doer, por que diabos eu não posso seguir com minha vidinha besta, meu Deus, de estudar, ter 'amigos', ter crise existencial, passar no vestibular e simplesmente não me matar? Já não está bom? Não é bom viver na média?
Então por que o incômodo causado por algum cisco de covardia?
Procuro o conceito da beleza, as respostas às inquietações, quero saber como atingir a felicidade e como fazer os outros entenderem que isso é simples. Porque deve ser simples, não é? Geralmente a gente quebra muito a cabeça tentando resolver coisas simples. E depois de desesperar, assim que nem eu hoje mais cedo, suspirar e dizer 'Ah, por que não pensei nisso desde o início?'.
Deve ser simples viver... na média.
Mas eu ainda preciso dos conceitos, preciso tirar 8 e preciso de outros olhos pra contemplar a imagem do meu espelho de um modo menos duro.

"A beleza já não é mais uma essência, uma característica objetiva, ou uma relação. Sua fundação está na resposta de nossos sentimentos, emoções, ou em nossas mentes.
[...]a beleza não é uma qualidade das coisas por si mesmas. Ela existe meramente na mente que as contempla, e cada mente percebe uma diferente beleza”.
Herbert Dieckmann

Traduzindo, a beleza está nos olhos de quem vê.

10 comentários:

  1. "por fora bela viola, por dentro pão bolorento"

    ou o contrário.

    realmente a beleza é algo além de exterior e interior,
    querer e não querer.

    x]
    x*

    ResponderExcluir
  2. algumas idéias suas parecem com algumas idéias minhas, gosto disso :)
    Beeijo Dani :**

    ResponderExcluir
  3. E o que agente faz com tanta beleza?
    [eu ia postar algo com esse titulo e desisti]
    ;) Linkei você Dani ;*

    ResponderExcluir
  4. O que é belo p mim pode ser feio p vc.assim cm o seu belo,poder ser o meu feio.

    é a vida!
    as diferenças!
    e que bom que é assim!

    *telha nova no telhado!

    bjo!

    ResponderExcluir
  5. excelente reflexão...a beleza pode ter mil e um sentidos e às vezes nenhum...

    adorei.

    =*

    ResponderExcluir
  6. eu tenho andado tão confusa ultimamente.. alguns motivos parecem aos seus..

    e eu vivo dizendo q preciso de um psicólogo.. mas ngm acredita em mim.

    ______

    dps de ter sumido nessa vida, voltando. beijooos
    *:

    ResponderExcluir
  7. sabe, um sociologo chamado domenico de masi diz que a beleza serve para aliviar a dor e por isso o ser humano tanto a busca;
    não sei exatamente se viver na média é bom, porque as pessoas na media são apenas maquinas programadas para viver mais um dia, não param e contemplam a beleza da vida.
    A felicidade se vive todo dia, não é um objetivo e sim um caminho; basta mudar algumas coisas em seu modo de pensar, parar, refletir, "é isso que euro da minha vida" "o que estou fazendo agora, vai me levar aonde? é isso que quero? então estou feliz por estar fazendo isso"
    poucas pessoas gostam de estudar e eu aprendi a ser feliz enquanto estudo, pois vai me levar para onde quero. (não sou daquelas pessoas que gosta de verdade de estudar, me dá muito mais vontade fazer outras coisas, mas um pouco de disciplina me faz mais feliz do que a apatia das pessoas médias)
    e quanto a dor alheia, acredito que você acabará desenvolvendo uma camada grossa o suficiente para não te deichar abater ao ver uma das situações descritas em seu texto, mas fina o suficiente para fazer-te lembrar quando tiver recursos para ajudar alguem, de fazê-lo

    meu tempo acabou, espero ter ajudado.

    ResponderExcluir
  8. ah ótimo...quem nunca se sentiu assim? V está completamente certa..."pq não pensei nisso desde o inicio?".A gente nunca repara em nada no inicio.. e eu me sinto exatamente como vc. estar na média é fichinha quando se vê que ainda se pode ser mais.Ou não.

    Ah, valeu pelo comentário, e teu blog é muito bom!

    ResponderExcluir
  9. já tinha feito um comentario enormee aqui com exagero e tudo, nas deu erro tive preguiça de postar de novo. voltei agora p ve se tinha coisa nova e naum tinha =[

    pos ta posta posta

    ResponderExcluir